Páginas: 238 pp.
Formato: 13 x 20 cm
ISBN: 978-989-8349-12-5

P.V.P. € 9,50

Glória
ou como Penélope morreu de tédio

Cláudia Lucas Chéu

O tema da espera e a recusa do luto dão corpo a uma figura, Pathos, que em tom de litania tece um hino à mãe, convocando memórias espectrais que nele se reflectem como num espelho estilhaçado. É uma espécie de Narciso, mas a imagem projectada é a da mãe, com cuja identidade ele se (con)funde. Pathos é também inspirado na figura homérica de Telémaco, com quem partilha a expectativa do regresso do pai.
Em Glória, a espera tem um papel intensamente psíquico: gera silêncio interior e reflexão, a qual por sua vez estimula a consciência da perda e actua como um catalisador do luto. Porém, enquanto compasso vazio entre o passado (as memórias vividas) e o futuro idealizado, a espera contribui para um processo de irreversível alienação.

9.50 Adicionar

Violência – Fetiche Do Homem BomAlexandro Farto AKA VhilsTrês Mulheres AltasMemoratorIfigénia, Agamémnon, ElectraCyrano de BergeracCoriolanoOs Juramentos IndiscretosAcima De Tudo Amar A Vida ou Conversas com Eunice Muñozof_28x28_1of_28x28_6of_28x28_5of_28x28_2of_28x28_4of_28x28_3of_28x28_7of_28x28_8

 

homem_elefanteCanção_miniaturaCenas_capa_miniaturaVirginia Woolf_miniaturaJoão Torto_miniaturaDanton_miniaturacapa_miniaturaa_cacatua_verde_28x28azul_longe_28x28turcaret_28x28Amadeus_miniaturamenina_julia_28x28Da República_miniaturagloria_28x28snapshots_28x28camareiro_28x28

Bicho do Mato